Menu

Bergman100: Embaixada da Suécia no Brasil dá início às comemorações dos 100 anos de Ingmar Bergman

19 jun 2018

Brasília foi a primeira parada da mostra Centenário Ingmar Bergman, organizada pela Embaixada da Suécia para celebrar no Brasil o centenário de nascimento de Ingmar Bergman.

Brasília foi a primeira parada da mostra Centenário Ingmar Bergman, organizada pela Embaixada da Suécia para celebrar no Brasil o centenário de nascimento de Ingmar Bergman. De 13 a 18 de junho, o Cine Brasília exibiu cinco clássicos do grande mestre do cinema escandinavo: Morangos Silvestres, O Sétimo Selo, Persona, Gritos e Sussurros e Sonata de Outono.

"Ingmar Bergman foi e é um gigante da cultura sueca, que representa um ponto de referência para os brasileiros conhecerem o país", afirma o Embaixador da Suécia no Brasil, Per-Arne Hjelmborn. “Por isso, em parceria com Helen Beltrame Linné, ex-diretora do Centro de Bergman, em Fårö, vamos aproveitar a oportunidade que 2018 oferece e partilhar a obra e legado desse fantástico artista com novas audiências”, completa.

Entrada do Cine Brasilia com letreiros da Mostra Centenário Ingmar Bergman

A mostra Centenário Ingmar Bergman integra uma agenda global do governo sueco. Além de Brasília, o festival passará por São Paulo (CineSESC), Porto Alegre (Cinemateca Capitólio), Goiânia (Cine Cultura), Belém (Cine Luxardo), Rio de Janeiro (Estação Botafogo) e Salvador (Panorama Coisa de Cinema). Outras cidades, como Niterói, Recife, Fortaleza, Belo Horizonte, Curitiba e Ribeirão Preto, estão em negociação.

Última atualização 30 jun 2018, 09.54