Menu

Proibição temporária de viagens à Suécia devido à COVID-19 até 30/06

12 jun 2020

O Governo Sueco decidiu nesta sexta-feira, 12/06, prorrogar até 30/06, a proibição temporária de viagens não essenciais à Suécia para mitigar os efeitos do surto de COVID-19 e reduzir a propagação do vírus. A decisão, que foi tomada em resposta à recomendação do Conselho Europeu e da Comissão Europeia de restrições de viagem, não afeta cidadãos suecos e não impede viagens dentro da União Europeia.

Assim como determinado nas decisões anteriores, de 18/03,  16/04 e 15/05, nem todas as viagens para a Suécia serão interrompidas. Os cidadãos suecos e outras pessoas residentes na Suécia poderão voltar para suas casas. A proibição de entrada também não se aplica a pessoas que têm motivos particularmente importantes para viajar para a Suécia. Isso inclui diplomatas, pessoas que precisam de proteção internacional e pessoas que devem desempenhar funções essenciais na Suécia, como profissionais de saúde, trabalhadores sazonais nos setores agrícola, florestal e de horticultura, e pessoas que transportam mercadorias para a Suécia. A proibição de entrada se aplica a todos os cidadãos estrangeiros que tentarem entrar na Suécia vindos de um país fora da União Europeia, Reino Unido, Noruega, Islândia, Liechtenstein e Suíça.
O vírus COVID-19 é uma questão de preocupação internacional que requer cooperação transfronteiriça e medidas coordenadas. A decisão de hoje está em conformidade com o apelo do Conselho Europeu e da Comissão Europeia aos Estados-Membros da União Europeia para introduzir uma restrição temporária a viagens não essenciais a partir de países fora da UE.
Quem está incluído na proibição de entrada?
A proibição de entrada se aplica a todos os cidadãos estrangeiros que tentarem entrar na Suécia vindos de um país fora da União Europeia, Reino Unido, Noruega, Islândia, Liechtenstein e Suíça. Serão feitas isenções, no entanto, para pessoas com autorização de residência ou direito de residência na Suécia, para cidadãos de outro Estado da UE ou membros da família dessa pessoa e para quem precise entrar no país para poder voltar para suas casas. Até os estrangeiros que têm necessidades particularmente urgentes ou que desempenham funções essenciais na Suécia podem ser isentos. Isso inclui profissionais de saúde, trabalhadores de transporte envolvidos no transporte de mercadorias, trabalhadores sazonais nos setores agrícola, florestal e de horticultura, e pessoas que viajam por razões imperativas da família. As isenções na proibição sueca de entrada estão em conformidade com as isenções indicadas na comunicação da Comissão Europeia de 16/03. A proibição de entrada não se aplica aos cidadãos suecos.
Clique aqui para conferir a seção de Perguntas e Respostas sobre a proibição temporária de viagens à Suécia devido ao COVID-19.
Última atualização 12 jun 2020, 11.28